PREPARANDO A VIAGEM

Nessa sessão, detalhamos os pontos mais importantes para quem está planejando morar na Itália. Porque a mudança de país envolve muita burocracia e decisões, e infelizmente não é possível simplesmente fazer as malas e partir. Tem que pesquisar e se preparar!

 

Morar na Itália é o sonho de muitas pessoas. Um país rico em história e belezas naturais, a Itália ocupa um lugar de destaque para uma boa parte das pessoas que decidem deixar o Brasil e viver no exterior.

Um outro fator que atrai muitos brasileiros para a Itália, é a existência de milhares de pessoas com direito à cidadania italiana.

Porém, existe um uma distância grande entre o sonho e a realidade, e para se mudar para a Itália é necessário muito planejamento, estudo e preparação, tanto financeira quanto psicológica.

_D7A0274_edited.jpg

Perguntas frequentes

VISTO PARA MORAR NA ITALIA


Sim, é preciso um visto de entrada para morar na Itália. Esse é um dos primeiros passos, pois não adianta só comprar um curso e uma passagem sem obter o visto que permite viver na Itália por mais de 90 dias. Para solicitar o visto, você deve procurar, ainda no Brasil, o Consulado Italiano que atende a região onde você mora.






VISTO DE ENTRADA


Para morar na Itália por um período superior a 90 dias, obrigatoriamente você deve solicitar um visto no consulado Italiano da sua região, que deve ser obtido antes do embarque para a Itália Para solicitar (e obter) seu visto para morar na Itália, você deverá apresentar documentos que comprovem o que você vai fazer na Itália, seja um curso de Italiano ou um curso de especialização. Cada tipo de visto requer documentos específicos, mas daremos ênfase às informações sobre o visto de estudante, o mais comum com que trabalhamos. Para outros tipos de vistos, consulte-nos.




PERMESSO DI SOGGIORNO


Além do visto de entrada, você precisa obter um outro tipo de visto ao chegar na Itália, que é obrigatório e deve ser solicitado dentro de 8 dias após sua chegada em solo italiano. É o chamado permesso di soggiorno, que nada mais é, do que a sua permissão de residência na Itália. E o que acontece se for morar ilegalmente na Itália? Quem permanece ilegal na Itália, ou seja, supera os 90 dias de estadia como turista e não possui uma autorização de residência válida, está cometendo um crime. As penas para esse tipo de crime são a deportação para país de origem (com impedimento de retorno por tempo que pode variar conforme o caso) e multas ente 5 e 10 mil euros.




QUANTO CUSTA MORAR NA ITALIA


Para ajudar quem está planejando morar na Itália é importante falar sobre quanto se gasta para viver no país. O custo de vida na Itália depende muito da cidade escolhida, do estilo de vida e dos hábitos de consumo de cada um. Em média, os custos aproximados são: Aluguel: de 600€ a 1800€; Supermercado: de 400€ a 500€; Luz e Água: de 100€ a 200€; Gás: de 40€ a 100€; Celular: de 20€ a 50€; INTERNET a Cabo: de 30€ a 50€. Os valores acima são aproximados e variam de acordo com a cidade. Em Florença, Roma e Milão os aluguéis são bem caros e o custo de vida é mais alto. Mas a nossa consultoria vai te acompanhar passo a passo na escolha da opção que melhor se adapta às suas necessidades. E seguindo nossos conselhos, você evitará gastos desnecessários e saberá de antemão o que fazer para economizar. Desde a escolha do tipo de acomodação até o local onde fazer suas compras de supermercados, incluindo a escolha de cursos de italiano, academias, médicos particulares, manicure e compra de bilhetes de transporte público.